29 de nov de 2011

Candidatos a curso de guarda vidas passam por teste de aptidão física

O Corpo de Bombeiros realizou nesta segunda-feira, 28, o exame entre os candidatos. 450 pessoas entre homens e mulheres concorrem as 60 vagas disponíveis.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros de Juruá, Major Araújo, os candidatos selecionados serão formados em procedimentos de retirada de vitimas da água em situação de afogamentos, assim como também, noções básicas de primeiros socorros.

Segundo o comandante tão longo termine o treinamento, será exigida a presença de salva vidas em clubes com piscina e balneários de Cruzeiro do Sul. “Queremos evitar que mais vitimas ocorram. E por isso, após o encerramento do curso vamos exigir, que todos os balneários e clubes da cidade que possuem piscina que contratem pessoas capacitadas para ações preventivas no local.


A determinação, além de diminui a incidência de afogamentos na região, também proporciona aos participantes a oportunidade de emprego. Para o autônomo Marinaldo Santos, é um ótima oportunidade de aperfeiçoamento e fonte de renda.

“Já trabalho como segurança, mas espero conquistar a minha vaga, porque vai melhorar a renda familiar, sem falar que ainda vou auxiliar outras pessoas durante este trabalho. Frequento balneários e vejo a importância desta iniciativa”, disse.


Do total, serão selecionados, 60 participantes, sendo 20 % das vagas destinadas as mulheres. Ana Alícia é uma das classificadas. Feliz, a garçonete segue para as últimas provas, confiante em garantir uma boa colocação e conquistar a oportunidade de também ser uma guarda vida.

“Quero muito estar entre os candidatos e passar a ser uma guarda vida, pois seremos treinados para evitar afogamentos e preservar a vida dos banhistas que se envolvem em situação crítica no rio, igarapés ou piscinas”, finalizou.

Fonte: Tribuna do Juruá – Dayana Maia

28 de nov de 2011

Defesa Civil de Araçariguama participa de curso de Guarda-Vidas

Buscando dinamizar e capacitar ainda mais os profissionais que atuam na Defesa Civil de Araçariguama, a Prefeitura, em parceria com o Centro de Formação de Bombeiro Civil Cotia/ Bombeiros – B.P.C.I, promoveram nos dias 05 e 06 de novembro o curso de Guarda-Vidas para membros da Defesa Civil municipal.

Realizado no sitio Ecolândia, e ministrado pelo coordenador de curso, Sidnei de Oliveira Froés, o curso teve como objetivo habilitar os participantes a desempenhar atividades de salvamento aquático. O curso, dividido em dois dias, contou com aulas teóricas e práticas.

Além de exercícios de resistência e técnicas de salvamento, os agentes da Defesa Civil também tiveram aulas de salvamento aquático; afogamento; tipos de afogamento; classificação do afogamento; sequência dos eventos no afogamento; prevenção de afogamentos; apagamento; aspectos da segurança do banhista sob ponto de vista profissional; técnicas de judô aquático e imobilização de vítimas no meio líquido.

No final do último dia de curso, os participantes realizaram o exame final que consistiu em um salvamento simulado na piscina.

Também conhecido como salva-vidas, o guarda-vidas tem compromisso com as orientações educacionais e deve orientar os banhistas sobre todos os perigos que o ambiente aquático pode oferecer.

Para o Prefeito Roque, que tem constantemente investido na capacitação e aperfeiçoamento de todos os setores municipais, investir em uma melhor qualificação da Defesa Civil é de extrema importância “Manter uma equipe de Defesa Civil equipada, treinada e motivada é primordial e de suma importância para a Cidade, tendo em vista que evitar a perda de vidas e de bens materiais é um dos principais objetivos desses profissionais. A Defesa Civil só é lembrada nos momentos de desastres, mas as pessoas deviam saber que sua utilidade vai além das calamidades, uma vez que podem agir preventivamente de diversas maneiras”, explicou Roque.

Prefeitura divulga listagem de aprovados no Processo Seletivo de Guarda-vidas

Antes de atuarem nas praias e lagoas, os novos profissionais serão submetidos a um treinamento.


A Prefeitura de Linhares, por meio da Secretaria de Cidadania e Segurança Pública, divulga a listagem dos candidatos aprovados no Processo Seletivo para contratação temporária de Guarda-vidas.

Antes de atuarem nas praias e lagoas do município, os novos profissionais serão submetidos a um treinamento de guarda-vidas, de caráter classificatório, ministrado pelo Corpo de Bombeiros no período de 01/12/2011 a 16/12/2011. Os guarda-vidas irão trabalhar durante o verão e o carnaval.

A jornada de trabalho será de 40 (quarenta) horas semanais em regime de escala e a remuneração de R$ 811,15 (oitocentos e onze reais e quinze centavos) mensais. A Prefeitura fornecerá, ainda, vale-transporte e ticket de alimentação no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais).

O Processo Seletivo para contratação de Guarda-vidas foi realizado em duas etapas, a primeira com as inscrições, que ocorreram do dia 17 a 28 de outubro. Já, na segunda fase, os candidatos tiveram que participar do Teste de Aptidão Física (TAF), aplicado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, nos dias 09, 10 e 11 de novembro.

O edital completo do resultado final do Processo Seletivo está afixado no prédio da Prefeitura de Linhares e na Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública. Para fazer download, é só acessar o site da Prefeitura (www.linhares.es.gov.br).

Formatura dos Guarda Vidas Temporários de Peruíbe 2011/2012

25 de nov de 2011

Simulado na Dom Pedro capacita equipes da Rota das Bandeiras para atendimentos de emergência

Com o objetivo de capacitar suas equipes de resgate e tráfego para o atendimento a situações de urgência e emergência, a Rota das Bandeiras participou, na manhã desta quinta-feira, 24 de novembro, do simulado de um acidente com múltiplas vítimas na rodovia Dom Pedro I (SP-065), em Valinhos.


A atividade foi coordenada pelo Corpo de Bombeiros e mobilizou uma equipe de 45 pessoas e 18 viaturas de atendimento e resgate, além do helicóptero Águia da Polícia Militar, na pista marginal norte (sentido Anhanguera) da Dom Pedro I, na altura do km 122.

“Não existem acidentes iguais e estamos aprendendo algo novo em cada ocorrência atendida. Simulados como esse funcionam como um ótimo treinamento para que nossas equipes estejam sempre preparadas para situações de emergência”, destacou o gestor de tráfego da Rota das Bandeiras, José Carlos Guimarães.

O simulado

No cenário preparado para o simulado, as equipes envolvidas encontraram uma grave colisão envolvendo um ônibus, um caminhão, um veículo de passeio e uma motocicleta, com 15 vítimas em estado grave, algumas delas presas em ferragens.


O resgate e atendimento foram feitos por viaturas do Corpo de Bombeiros, da Rota das Bandeiras e do SAMU. Também participaram da atividade as equipes da Defesa Civil de Campinas e de Valinhos. Alunos do curso de Medicina da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) também colaboraram como as “vítimas” do simulado.

“Sabendo fazer e como fazer, o atendimento às vítimas fica mais fácil. Esta é a grande importância desse tipo de exercício”, destacou o tenente-coronel PM e comandante do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Campinas, Flávio José Bianchini.

O simulado foi concluído em 40 minutos e, após o “resgate” das vítimas, representantes dos órgãos envolvidos se deslocaram até a sede da Rota das Bandeiras, em Itatiba, para avaliar a atividade e discutir quais foram os acertos e práticas que exigirão possíveis ajustes nos próximos simulados.

Fotos: Fernando Maia

“Observadores externos avaliaram todo o simulado e, nessa reunião, apresentaram acertos e erros para que possamos buscar o aperfeiçoamento de nossas equipes nas próximas atividades”, disse o tenente-coronel Bianchini.

A Rota das Bandeiras é uma empresa da Odebrecht TransPort, investidora e operadora no Brasil em negócios relacionados à mobilidade urbana, rodovias, sistemas integrados de logística e aeroportos.

A Concessionária responde pela gestão do tráfego na rodovia Dom Pedro I (SP-065) e no anel viário José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), além de trechos das rodovias Professor Zeferino Vaz (SP-332), entre Campinas e Mogi Guaçu; Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí; e Romildo Prado (SP-063), entre Itatiba e Louveira.


Dicas para aproveitar o final de ano sem riscos de acidentes.

Guarda-Vidas da Praia de Maresias - São Sebastião - SP

A proximidade do início do verão e o aumento da temperatura fazem com que muitas pessoas procurem lagos, praias e rios. Entretanto, se não houver cuidados e respeito às regras de segurança, esses momentos de lazer podem se transformar em tragédias.

Por conta disso, o Corpo de Bombeiros faz um alerta para as pessoas que costumam se divertir nesses locais.

O afogamento é a quarta causa de mortes em adultos em todo o Brasil, ficando em terceiro lugar entre as crianças na faixa de 5 a 14 anos.

- Nos adultos as ocorrências estão ligadas à ingestão de drogas (medicamentos ou álcool), enquanto que a principal causa nas crianças é por descuido dos pais.

Por conta de o afogamento ser uma das principais causas de mortes entre crianças, os bombeiros disseram que os pais têm que tomar todos os cuidados com seus filhos quando vão a esses locais.

- Os pais devem estar sempre vigilantes e ensinar sobre os riscos que esses locais oferecem a seus filhos, para evitar acidentes.

Outro fator que é um dos maiores causadores de afogamentos é a imprudência dos banhistas que, em alguns casos, entram na água sem ter conhecimento das condições de segurança desses locais. No caso das praias, os bombeiros sempre colocam placas na areia, indicando as condições do mar, como a presença de correntezas.

- As pessoas devem conhecer os locais aonde elas vão e devem procurar ficar próximo dos bombeiros guarda-vidas, observar as indicações deles e as placas colocadas na areia.

As pessoas têm que ser prudentes antes de entrar na água, seja dos lagos, praias ou rios.

- O mais importante é a pessoa conhecer o local onde ela vai entrar. Porque, às vezes, elas têm uma noção visual do local e acham que é seguro, mas na verdade não é assim.

O mergulho em água rasa pode causar acidentes traumáticos com sequelas incapacitantes, pois, ao mergulhar nesses locais sem ter o conhecimento das condições de profundidade, as pessoas têm o risco de se chocarem com algo em baixo da água e assim sofrerem lesões.

O excesso de confiança das pessoas faz com que elas se submetam a riscos que podem causar acidentes fatais.

- O sujeito se acha capaz de nadar naquelas condições, desobedece às regras básicas de segurança e se expõe a riscos desnecessários.

Os bombeiros orientam que é preciso ter muito cuidado na hora de salvar uma possível vítima de afogamento, porque a falta de preparação em algumas situações pode terminar tragicamente com a vítima e "salvador" afogados.

- Para salvar não basta ser um excelente nadador, porque esse indivíduo que tenta salvar outra pessoa pode se tornar uma vítima. Então, o ideal é que ela chame um guarda-vidas, se estiver na praia, ou se estiver na piscina chame um guardião de piscina. Como o afogamento acontece muito rápido, as pessoas podem jogar objetos flutuantes na água para tentar salvar a vítima, que ao se afogar tenta segurar em algo. 

Saibam curtir a viajem com segurança,  prestando muita atenção nos locais de risco e fiquem sempre atentos em suas crianças!!! 

Por telefone, Bombeiros salvam criança de afogamento


Na tarde de ontem, os Bombeiros de Ourinhos atenderam uma ligação de uma mãe desesperada. Sua filha de apenas um ano e oito mês tinha se afogado na piscina.

Dois membros da corporação, cabo Souza e Isaac atenderam a mulher e foram a orientando para os procedimentos de emergências nesses casos. “ A mãe ligou para o Copom e relatou que encontrou a filha desacorda na piscina e com a pele fria. Nervosa, ela não soube explicar como a criança havia caído na piscina, já que é cercada. Perguntamos a ela o sobre o estado da vítima e fomos passando passo a passo orientações sobre reanimação, ou seja, massagens cardíacas e respiração boca a boca, até que o Resgate chegasse ao local”, contou o cabo Souza com exclusividade ao JD.

A mãe seguiu todas as orientações repassadas e conseguiu reanimar a menina. A Unidade Móvel chegou com o sargento Benitez e os soldados Harrison, Nélio e Reis. Eles encontraram a criança ainda com parada cardio-respiratória, deram seqüência aos procedimentos na tentativa de reanimá-la e durante o caminho, até a Santa Casa, conseguiram fazer com que a pele da criança voltasse a ficar aquecida.

No Pronto Socorro, a vítima foi atendida pela médica Fernanda, que já estava ciente do caso e constatou que a criança já tinha voltado a respirar. A menina foi encaminhada para a UTI.

“Estou muito emocionado, pois nosso papel é salvar vidas, porém, da forma que a criança foi encontrada, não sabíamos se conseguiríamos salva-la. Graças a Deus nossa guarnição conseguiu fazer com que ela voltasse a respirar. Agora vamos acompanhar sua recuperação e torcer para que volte logo para sua casa”, disse emocionado o cabo Souza.

Corpo de Bombeiros Militar do Pará completa 129 anos

A sargento Nazaré Alvim, diz que não trocaria sua profissão por nenhuma outra

Nesta quinta-feira, 24 de novembro, o Corpo de Bombeiros Militar do Pará completa 129 anos. Em todo o estado são 3.208 bombeiros, o quinto maior efetivo do Brasil, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Minas Gerais. Além do quartel do Comando Geral, a corporação conta ainda com 14 Unidades Operacionais distribuídas na Região Metropolitana de Belém e está presente em 20 municípios.

Quando se fala em bombeiros, a população de um modo geral pensa que o serviço se limita a apagar incêndios, mas o trabalho desses militares também passa pelo resgate de pessoas, primeiros socorros e até coleta de leite materno para a Santa Casa. “Nós cuidamos do alfinete ao foguete. Podemos ser chamados para tirar um gato de cima do telhado ou apagar um incêndio na mata atlântica”, compara o coronel BM Mário Moraes. Para ele, ser bombeiro é ser também um pouco de cada profissão, já que o profissional pode trabalhar como especialista de máquinas pesadas; atuar como psicólogo em caso de negociação ou resgate a vítimas conscientes; como enfermeiro quando auxilia em partos; com o serviço social quando auxiliar pessoas com problemas mentais a voltarem pra casa. O leque de atividades é extenso e difícil de ser descrido diante de tantas opções.

Para o coronel Moraes, que esta há 24 anos na corporação, ser bombeiro está no sangue. Ele que estudava pra fazer vestibular para odontologia, acabou mudando de ideia depois de receber um folheto divulgando a carreira militar. De lá pra cá se descobriu apaixonado pelo que faz e está sempre pronto para o serviço, tanto, que anda com equipamento de salvamento dentro do carro da família. Por causa dessa doação à profissão, o coronel, na época capitão, conseguiu salvar 52 pessoas que estavam no ônibus de piquenique que caiu no rio Mocajubinha, em Terra Alta, no ano de 2001. Ele estava indo para Marapanim com a esposa em um fim de semana de folga quando o acidente aconteceu.

“Foi tudo muito rápido. Numa situação dessa você não consegue nem pensar direito, é automático fazer o procedimento de resgate. O equipamento estava no carro, na hora que vi o acidente parei e saí correndo pro rio e consegui tirar as pessoas do ônibus antes que ele afundasse completamente”, contou.

Situações como essa fazem parte do dia a dia dos bombeiros, tanto quanto auxiliar mulheres em trabalho de parto, um ponto que deixou o militar frustrado na hora de assistir o nascimento dos próprios filhos. “Já participei de 54 partos, mas por causa dos procedimentos do hospital, não pude acompanhar o nascimento de nenhum dos meus dois filhos. Como pode isso?”, relembra rindo.

Os soldados Marinho Júnior e Elisa Matos entendem bem as contradições na rotina da profissão. Os dois começaram servindo no CCBM, na cobertura de acidentes e combate ao fogo e agora fazem parte do grupo de oficiais que servem ao Banco de Leite Materno da Santa Casa, no projeto “Bombeiros da Vida”, que fazem o transporte de leite, registro e captação de doadoras. “O trabalho é completamente diferente. Mas a meta fim continua a mesma: salvar vidas”, explica o soldado M Junior.

“A gente nunca vai deixar de fazer atendimento quando for preciso”, disse a soldado Elisa. Logo em seguida a essa declaração, houve um acidente na Augusto Montenegro envolvendo um motociclista. A viatura parou e a soldado desceu para prestar os primeiro socorros à vítima. “Não falei? Mesmo trabalhando no banco de leite, a gente sempre está pronto para qualquer atendimento”, completou.

A técnica de enfermagem Angélica Lima é doadora de leite e ficou sabendo do projeto dentro da maternidade quando foi ter a filha Bianca. Ela ficou surpresa quando recebeu a visita da bombeiro, que foi até a casa dela para coletar a doação. “Nunca pensei que esse trabalho fosse feito pelos bombeiros. Levei um susto, mas também fico muito orgulhosa com isso, em ver que os bombeiros estão inseridos em diversos projetos de apoio à comunidade”.

A Sargento Nazaré Alvim é bombeiro há 17 anos. Ela sonhava em ser da Marinha, mas na época em que resolveu prestar o concurso para auxiliar de enfermagem militar, só haviam vagas para os bombeiros e ela resolveu arriscar. A paixão pela corporação foi imediata e hoje em dia ela não se vê em outro lugar. “Depois de uns anos fiz um trabalho com a Marinha, tive a oportunidade de ir pra lá, cheguei até a experimentar o uniforme pra matar a curiosidade, mas não teve jeito, já estava apaixonada pelo Corpo de Bombeiros e não tem outro uniforme que fique melhor em mim do que esse que visto. Pra mim, ser bombeiro é tudo”, disse emocionada.

O trabalho desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros junto à sociedade se reflete no grau de confiança na corporação. A instituição foi eleita, pela terceira vez consecutiva, a organizações mais confiável, na opinião dos brasileiros. Os dados são da pesquisa Índice de Confiança Social (ICS), realizada desde 2009 pelo Ibope Inteligência, que tem por objetivo apontar a relação de confiança da população com as instituições e também com as pessoas de seu convívio social. A pesquisa é realizada no Brasil, Porto Rico, Argentina e Chile.

Dani Filgueiras - Secom

24 de nov de 2011

Juiz Osório passa mal no Corpo de Bombeiros e é internado.

O juiz está preso e deve cumprir pena de 11 anos e 9 meses. Ele responde a 12 processos e já foi julgado por dois.

O juiz Osório Bastos passou mal no Corpo de Bombeiros, onde está preso, e foi levado para o hospital Santa Maria com suspeita de enfarte. Segundo o filho do juiz, Osório Júnior, o preso tem problemas de hipertensão. Ontem a pressão arterial do juiz registrava 23 por 13 e desde a transferência para Teresina nenhum médico foi examiná-lo.


Ele foi levado para o Hospital São Marcos, não pôde ser atendido lá e foi levado para o Hospital Santa Maria. O filho explica ainda que ele passou a noite em observação e será submetido a exames hoje.

Osório Júnior explica ainda que ontem tentou enviar uma mensagem por telefone ao juiz de Curimatá, Juscelino Norberto da Silva Neto, para comunicar o fato. O filho afirma ainda que se acontecer alguma coisa com o pai irá responsabilizar a Justiça. "Eles só vão acreditar que meu pai é doente quando ele morrer. Aí vai ser tarde demais", disse Osório Júnior.

"O juiz não deu a ele nem a opção da dúvida da doença. Porque se tivesse dado, ele teria determinado um médico para acompanhá-lo", reclamou.

O magistrado foi transferido para Teresina no dia 15 de dezembro para cumprir pena de 11 anos e 9 meses. Ele é acusado de porte ilegal de armas e favorecimento pessoal. O juiz responde a 12 processos e já foi julgado por dois.

Menor de 14 anos morre afogada na praia do Francês



O Corpo de Bombeiros, que tem como atividade fim salvar vidas, lamenta profundamente a morte por afogamento de uma adolescente de 14 anos, ontem, 20 de novembro, na praia do Francês. A vítima residia em Olinda e estava em uma excursão, em Alagoas. Em respeito aos familiares, o Corpo de Bombeiros não divulga o nome das vítimas.

A corporação, triste pela fatalidade deste domingo, aproveita para lembrar que não ocorria um caso fatal na praia do Francês desde julho de 2008, segundo o que consta nos registros desta Corporação: o último trata-se de um afogamento de um casal paulista. O rapaz de 22 anos que estava em lua-de-mel, não resistiu. De lá pra cá, foram 3 anos e 4 meses sem uma vítima fatal. Essa estatística é graças ao trabalho de empenho e abnegação dos guarda-vidas que não medem esforços para melhor servir a população. A excelência no salvamento não é uma opção, mas uma obrigação de todos os bombeiros.

A ocorrência iniciou por volta das 13h30 quando um homem se dirigiu ao posto de guarda-vidas informando sobre um desaparecimento de uma jovem. No posto havia 5 Guarda-Vidas (GV’s). Uma equipe agiu prontamente à ocorrência. Um GV utilizou o Jet-ski de salvamento e outro foi buscar informações nas proximidades da ocorrência. A busca teve início imediato. Dois civis que estavam com Jet-skis próprios ajudaram na busca. O Corpo de bombeiros acionou o Arcanjo 01 (helicóptero de resgate e salvamento) que também ajudou nas buscas. Além do Jet-ski e o helicóptero, outros GV’s fizeram a busca a nado. A vítima foi localizada por volta das 16h15, já em óbito.

Nesses dois últimos casos de óbito, é importante salientar que as vítimas não conheciam a praia do Francês e nem procuraram os guarda-vidas para adquirir informações do local mais seguro para banho. A praia é uma das mais belas do Brasil, porém perigosa. Na ocorrência deste domingo, havia uma placa de aviso colocada pelos guarda-vidas informando do perigo que existe naquele local. O afogamento ocorreu em frente à placa de aviso – muitas vezes ignorada pelos banhistas – numa parte afastada do Francês conhecida como Leprozário, portanto longe do posto de guarda-vidas.

Esclarecendo algumas informações veiculadas na mídia, o posto de guarda-vidas está em reforma para melhor atender aos militares que tiram serviço na praia, e não em estado de abandono como veiculado em alguns sites de notícias. O posto é o mais abastecido por guarda-vidas devido à grande quantidade de banhistas – muitos, turistas.

A ocorrência com a jovem que não resistiu, foi uma fatalidade e não negligência ou descaso. O fato de ter acontecido um afogamento e o posto de guarda-vidas estar em reforma nada tem a ver. A reforma do posto de guarda-vidas é realizada pelos próprios militares com recursos do Corpo de Bombeiros. Para melhor atender à população, uma parceria com a prefeitura municipal de Marechal Deodoro já foi firmada.

Sabendo que nessa época do ano aumenta consideravelmente o número de pessoas na praia, o Corpo de Bombeiros, iniciou na última semana, uma campanha de esclarecimento dos perigos na praia. Diversas entrevistas foram veiculadas em variados meios de comunicação. Inclusive, na praia do Francês.

No serviço diário, os GVs realizam um trabalho de prevenção orientando os banhistas dos locais mais seguros para o banho de mar bem como informando os perigos da praia. Esse trabalho é um procedimento operacional padrão de extrema importância visto que, graças ao trabalho preventivo, o risco de afogamento diminui consideravelmente. Também como procedimento padrão, um militar faz a ronda na praia enquanto três ficam no posto de GV observando os banhistas.

O Subgrupamento de Salvamento Aquático (SGSA), responsável pela área de atuação da praia do Francês, informou que conta com 27 guarda-vidas que cobrem a Praia do Francês, a Barra de São Miguel, a Barra Nova e Gunga. Nos finais de semana, o número de guarda-vidas aumenta devido ao grande fluxo de pessoas.


23 de nov de 2011

Ajude a Salvar Vidas...

Corpo de Bombeiros está com inscrições abertas para o XI Duathlon em Maringá

O Corpo de Bombeiros de Maringá está com inscrições abertas para interessados em participar do XI Duathlon do 5º Grupamento de Bombeiros, que será realizado no dia 11 de dezembro no Parque do Ingá. O evento integra as comemorações dos 40 anos do local. A concentração será às 8h30, com largada às 9 horas.
A prova consiste em 600 metros de natação no lago do parque e 4,5 km de corrida, na pista interna e externa. A prova é aberta a todos os interessados.
As inscrições podem ser feitas pelo site da Faculdades Maringá até o próximo dia 9 de dezembro, às 17h30. A taxa de inscrição é de dois quilos de alimentos por atleta, que devem ser entregues no dia e local da prova.
A prova será disputada nas seguintes categorias:
# Após 1994 – Juvenil 
# 1988 a 1993 – Categoria A 
# 1983 a 1987 – Categoria B 
# 1978 a 1982 – Categoria C 
# 1973 a 1977 – Categoria D 
# 1968 a 1972 – Categoria E
# 1963 a 1967 – Categoria F 
# Anterior a 1963 – Categoria G 
# Feminino – Livre
Os três melhores colocados em cada categoria recebem troféus; quartos e quintos lugares ganham medalhas. Além disso, todos os atletas que concluírem a prova recebem camisetas e todos os participantes recebem certificado.
O XI Duathlon é uma realização do Corpo de Bombeiros de Maringá com apoio da Prefeitura de Maringá, UEM, Faculdade Maringá, Safira, Unimed, Associação da Vila Militar, Federação de Atletismo do Paraná, Ceasa/PR, Maringá FM, O Diário e RPC.
Mais informações pelo telefone (44) 3218-6150 ramais 6166 e 6162, ou pelo e-mail: 

30 guarda-vidas protegem banhistas

Conforme o tenente Roberto Alves, comandante do Pelotão de Salvamento Aquático do Batalhão de Busca e Salvamento (BBS) do Corpo de Bombeiros, de 25 a 30 homens fazem a proteção dos banhistas nas praias de João Pessoa e Cabedelo.

Segundo ele, o efetivo que cobre cada praia varia por fim de semana, por isso não é possível precisar quantos homens cobrem determinado local. Entre Tambaú e Cabo Branco, por exemplo, há cerca de três pontos de apoio (tendas armadas), que estão funcionando diariamente, das 8h às 16h. São eles: Busto de Tamandaré (Tambaú), final da avenida Beira-Rio e em frente ao Sesc (ambos no Cabo Branco).

Em Cabedelo, são atualmente cinco pontos de apoio, funcionando nos fins de semana. Além dos homens, um bote salva-vidas fica à disposição para casos de urgência. O comandante adiantou, ainda, que no verão o efetivo deve dobrar para atender os banhistas. Serão relocados homens que trabalham no expediente para as praias.

O BBS cobre as áreas correspondentes ao Litoral Sul (Jacumã ao bairro de Manaíra– na capital) e Litoral Norte (Bessa – na capital – até Lucena, na Região Metropolitana).

Em visita às praias, a reportagem encontrou um ponto de apoio de salva-vidas próximo ao Bar do Surfista, mas não havia nenhum profissional. O dono do bar em questão, Valdir Silva, informou que ele mesmo construiu a estrutura há cerca de dois meses, pois os Bombeiros não tinham um local alto e de apoio para o trabalho. Os guarda-vidas ficam no local nos sábados e domingos, das 8h às 15h.

120 vagas para guarda-vidas em Marataízes


A Prefeitura de Marataízes divulgou, nesta quinta-feira, a abertura das inscrições para a contratação de 120 guarda-vidas, por meio de processo seletivo. O período de inscrições, que começou ontem, vai até quarta-feira (23). Os aprovados serão treinados para auxiliar o trabalho do Corpo de Bombeiros nas praias da cidade.
As inscrições devem ser feitas no setor de protocolo da Prefeitura. O horário é das 12h00 às 17h30. Para participar da seleção é necessário ter, no mínimo, 18 anos e o ensino fundamental completo. O edital está disponível no site (www.marataizes.es.gov.br).

O salário base é de R$ 564,70, além de 35% de gratificação. A carga horária é de 40 horas semanais. Os aprovados prestarão serviços à administração pública no período de 15 de dezembro de 2011 a 15 de março de 2012, contados a partir da data de assinatura do contrato, podendo ser prorrogado por igual período.

Praias de Caraguá já contam com apoio de guarda-vidas temporários


A partir da semana que vem, serão 36 guarda-vidas ou mais.

A partir deste sábado (26), serão no total 36 novos guarda-vidas trabalhando nas praias de Caraguá. Desde o dia 11 de novembro, as praias já contavam com o apoio de 18 guarda-vidas temporários, que começaram a trabalhar nas praias do Indaiá, Aruã, Prainha, Martim de Sá e Cocanha.

A contratação por etapas é realizada conforme a necessidade de demanda desses profissionais, visando sempre à segurança dos banhistas por um período maior. No final do ano, a tendência é que esse número aumente devido a grande quantidade de turistas que vem para a cidade.

Os contratados passaram por uma seleção e capacitação, na qual aprenderam técnicas sobre pronto-socorro, prática de salvamento aquático, condicionamento físico, prevenção de afogamentos, telecomunicações, entre outros.

Buscando mais segurança para os banhistas, a prefeitura de Marataízes abriu 120 vagas

A Prefeitura de Marataízes abriu as inscrições para aqueles que desejam trabalhar como guarda-vidas no verão. Serão 120 contratados, através do processo seletivo. As inscrições vão de 18 a 23 de novembro, das 12h ás 17h30. Quem passar, será treinado para auxiliar o Corpo de Bombeiros nas praias da cidade.

Os candidatos precisam ter no mínimo 18 anos, ser brasileiro, estar em dia com as obrigações eleitorais e do serviço militar. Além disso, é necessário ter capacidade física e mental para exercer o cargo, ensino médio completo e não ter acúmulo de cargo público. Para a inscrição, é preciso levar cópia da identidade e do CPF, foto 3 x 4, certidão de antecedentes criminais, cópia do diploma ou histórico escolar.

O salário base é de R$ 564,70, com mais 35% de gratificação. Os serviços serão prestados de 15 de dezembro a 15 de março de 2012.

Leia mais notícias no Gazeta Online Sul

Por falar em guarda-vidas, em Presidente Kennedy o treinamento já começou. Segundo informações, o processo seletivo aconteceu em outubro e os treinamentos estão acontecendo desde a primeira semana de novembro, na praia de Marobá. Os guarda-vidas treinam de segunda a sexta, de 8h ás 11h. Lá, eles aprendem técnicas de salvamento e orientações sobre afogamento. As instruções são dadas pelo Corpo de Bombeiros.

POLLYANNA PATRÍCIO - GAZETA SUL

Brigada Militar do RS abre 600 vagas temporárias de salva-vidas

A Brigada Militar do Rio Grande do Sul abriu processo seletivo para 600 vagas de salva-vidas civis temporários. São 400 vagas para o litoral norte, 90 para o litoral sul e 110 para balneários de águas internas (região metropolitana, capital, litoral norte, região sul, região central, Vale do Rio Pardo, Vale do Rio dos Sinos e fronteira oeste).

Os candidatos selecionados serão contratados para atuar nos meses de dezembro de 2011, janeiro, fevereiro e março de 2012, podendo o respectivo período ser prorrogado ou reduzido conforme as necessidades da atividade - veja edital no site da Brigada Militar.

O treinamento dos salva-vidas civis temporários para águas de mar será realizado em Tramandaí e Rio Grande, e em águas internas, em Porto Alegre e Pelotas.

O candidato deve ter no mínimo 18 anos e no máximo 40 anos de idade, no momento da inscrição; e ter concluído o ensino fundamental.

Salva-vidas no RS (Foto: Divulgação)

As inscrições devem ser feitas 28 de novembro no site www.brigadamilitar.rs.gov.br.

O processo seletivo será realizado em duas fases. A primeira etapa é habilitação física, composta de exames de saúde, odontológico e mental e de aptidão física.

A segunda fase será constituída de capacitação técnica, com duração de 200 horas/aula.

As provas serão realizadas nos dias 3 e 4 de dezembro. O período da capacitação técnica será de 7 a 21 de dezembro.

Durante a realização da capacitação técnica, o candidato receberá um salário mínimo regional. No período de contratação, a remuneração será de salário mínimo regional acrescido de 100% a título de risco de vida, 30 vales-refeição e auxílio-transporte.

Giliana, a única guarda-vida no Rincão

Giliana Guidarini, de 22 anos, é a única mulher aprovada no teste para guarda-vida no Rincão. Ela conta que durante o ano letivo trabalha em um jardim de infância e que sempre gostou de praia e de nadar. “Assim que soube do teste, achei que seria uma boa oportunidade de unir o útil ao agradável. Pois, além de estar fazendo algo que gosto, sou remunerada”, enfatiza.

Após concluírem as provas de avaliação física, os 41 aprovados para a função iniciaram o treinamento para a temporada 2011/12. Alguns dos aprovados já atuam há mais de seis temporadas, tanto no Rincão como em outras praias. Estes veteranos estão inclusive ativos desde a última quinta-feira. Eles revezam para que a orla marítima não fique desguarnecida.

Como pré-requisito, os candidatos tiveram que nadar 500 metros em até 12 minutos na lagoa, correr mais 1,6 mil metros ,e no mar, passar pela arrebentação em até 8 minutos, além de boiar por mais de 15 minutos sem auxílio de acessórios como nadadeiras ou bóias. A fase de treinamento tem um mês de duração. O curso ocorre todos os dias das 8 até as 12h.

REFORMA - No inverno, a maioria dos postos de madeira, localizados na orla, sofreram depredações, como janelas arrancadas. Alguns ficaram parcialmente queimados. A Subprefeitura se comprometeu em reunião no último dia 9 em fazer a reforma dos postos para a temporada. Os guarda-vidas alertam aos banhistas e veranistas a necessidade em se respeitar as sinalizações dos locais inaptos para banho e aconselham que sempre procurem permanecer em frente aos postos de vigilância com a presença de guarda vidas.

7 de nov de 2011

Salvamar Paulista ministra curso para inscritos em atuar como Guarda-Vidas.


O 17º Grupamento do Corpo de Bombeiros - Salvamar Paulista, com apoio da Administração de São Sebastião, realiza em Maresias, na Costa Sul, o curso para aproximadamente 25 inscritos em atuar como GVT (Guarda-Vidas Temporários) durante a temporada de verão 2011/2012 nas praias do município.

A seletiva para o preenchimento das 15 primeiras vagas será realizada no próximo dia 17. Já as contratações pela prefeitura ocorrem a partir de 29 de novembro.
Segundo o tenente Krüger, os interessados em participar da segunda turma podem efetuar a inscrição na base em Maresias. O exame de seleção para o curso acontecerá no dia 18 de novembro e a contratação será em 26 de dezembro de 2011.
A capacitação em andamento, de acordo com ele, registrou o interesse de 57 candidatos. Entretanto, apenas 29 inscritos compareceram na data de início, sendo que dois desistiram no percurso da natação e os outros dois acabaram cortados pelo fato de não atender os critérios da corporação.

Aeronave

Nesta quinta-feira, às 10h, a aeronave Águia estará na praia de Maresias para dar continuidade ao treinamento dos GVT’s do Litoral Norte de São Paulo.
No dia seguinte, também no mesmo horário, o tenente apresentará na sede da Somar (Associação de Amigos de Maresias) o planejamento da Operação Praia Segura em São Sebastião para representantes da Administração Municipal, associações amigos de bairro e imprensa.

Curso

O curso é voltado para ambos os sexos e tem a finalidade de capacitar os civis para o trabalho durante os meses de dezembro, janeiro, fevereiro, março e alguns dias do mês de abril.
Para se inscrever, o candidato deve ser maior de 18 anos. Se homem, estar em dia com as obrigações militares; não ter antecedentes criminais; ter completado, no mínimo, o Ensino Fundamental e ter boas condições físicas e de saúde, comprovada através de atestado médico.
O salário aproximado é de R$ 1.100,00 (R$ 850,00 mais benefícios como vale-transporte e auxílio alimentação).
Ao todo, serão mais 30 homens que atuarão junto ao efetivo do Corpo de Bombeiros, com o objetivo de estender a prevenção e o salvamento marítimo nas praias do município, que é bastante extenso e com praias perigosas.
Com a contratação dos aprovados e aquisição de equipamentos, a Prefeitura deverá ter um gasto em torno de R$ 247 mil.


A base do Salvamar Paulista fica na Avenida Francisco Loup, 631, ao lado da Praça Internacional do Surf, em Maresias.

Mais informações pelo telefone (12) 3865.6700


Na manhã desta segunda-feira ocorreram provas seletivas para o Curso de Formação de Guarda-Vidas Civis 2011/2012, a fim de selecionar pessoal para atuar nos balneários Arroio do Silva e Morro dos Conventos. Segundo o soldado Guilherme dos Santos, as provas tiveram caráter eliminatório e aconteceram nas dependências do Golden Park de Araranguá; sendo elas: 500 metros de natação em piscina, corrida de 1.600 metros e, posteriormente, todos os candidatos deslocaram até o Balneário Arroio do Silva e fizeram a prova de passagem de arrebentação.

Dos 56 inscritos, 37 obtiveram êxito, e iniciarão nessa terça-feira o Curso de Formação de Guarda-Vidas Civis, com previsão de término em 2 de dezembro. “Estes 37 guarda-vidas civis, depois de formados, serão utilizados nos balneários de Morro dos Conventos e Arroio do Silva, e atuarão sob a coordenação dos bombeiros militares”, explica o soldado.

De acordo com ele, quem já atuou como guarda-vida civil em outras temporadas, poderá manifestar formalmente a intenção de realizar recertificação para atuar na Operação Veraneio 2011/2012, até sexta-feira das 13h30min às 17h30min - no (B-1 = Secretaria) do Corpo de Bombeiros Militar de Araranguá - e estes passarão pelas provas seletivas para a recertificação na próxima segunda-feira às 9h no Golden Park.

Macaco foge do Bosque dos Jequitibás.


Um macaco que foi encontrado no canteiro central da Avenida José de Souza Campos, em Campinas, no interior de São Paulo, na tarde deste sábado (5) fugiu após tentativa de resgate feita pelo Corpo de Bombeiros. O animal foi localizado primeiramente por moradores do bairro, que chamaram a corporação. Durante a tarde, os bombeiros aguardaram a chegada de um veterinário com tranquilizantes para auxiliar na captura do macaco. Entretanto, durante a noite, o animal fugiu. Ainda não se sabe de onde o macaco veio e se ele ainda está na região, por conta da falta de visibilidade entre as árvores. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há registro de fuga de animais da espécie no Bosque dos Jequitibás.