30 de abr de 2013

Número de mortes e afogamentos diminui nas praias do litoral de SP

Operação Praia Segura aconteceu entre
 dezembro e março de 2013.

Guarda-Vidas em uma das praias do litoral de São Paulo

O número de afogamentos e mortes por afogamento, no litoral de São Paulo, diminuiu durante a Operação Praia Segura 2012/2013. Em relação a 2012, houve uma redução de 26% de afogamentos. Além disso, todas as crianças perdidas foram encontradas. A Operação Praia Segura, desencadeada pelo Corpo de Bombeiros, por meio do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), foi iniciada no dia 21 de dezembro de 2012 e encerrada em 31 de março de 2013.

Durante esse período foram realizados 1.929 salvamentos, contra os 2.312 do ano passado. Também foram registradas menos mortes em relação a operação anterior, uma redução de 26%. Houve 37 mortes neste ano e 50 em 2012. Em relação a 2011, houve uma redução ainda mais significativa de 60%. Todas as 563 crianças que ficaram perdidas foram encontradas. Houve também 56.144 ações de prevenção. Além disso, os bombeiros distribuíram 600 mil pulseiras de identificação às crianças nas praias, além de 500 mil folders com dicas de segurança nas praias.

Durante esses meses, o esforço foi do Corpo de Bombeiros, das Prefeituras Municipais de 14 cidades do litoral e empresas socialmente responsáveis. Houve a contratação de mão de obra temporária para atuar juntamente com o Corpo de Bombeiros na proteção a banhistas nas praias de todo o litoral. A operação contou, pela primeira vez, com a contratação de 607 guarda-vidas por tempo determinado pelo estado. A operação contou com 1.525 guarda vidas oferecendo proteção nos mais de 600 km de costa do Estado de São Paulo, o que representa cerca de 314 praias.

17 de abr de 2013

Avaliação do trabalho dos Guarda-Vidas

Prefeitura de Ilhabela promove encontro de avaliação do trabalho dos guarda-vidas na temporada de verão


A atuação dos guarda-vidas na última temporada de verão 2012/2013 conquistou uma repercussão bastante positiva não só entre os turistas como também entre os munícipes. O balanço do trabalho da equipe foi assunto na manhã desta segunda-feira (15/4), em um encontro no Paço Municipal, com o prefeito Toninho Colucci, o comandante do 3º SubGrupamento de Bombeiro Marítimo do Litoral Norte, Capitão Igor Sergei Klein, o coordenador dos guarda-vidas em Ilhabela, o soldado Jeovani Assis, e o Tenente João Batista Rapazi. A reunião contou ainda com a presença do Chefe de Gabinete, Julio Cezar De Tullio; do secretário de Administração Cristobal Parraga Filho, o diretor da Defesa Civil, Walter Faustino, a diretora de Desenvolvimento e Serviços, Raquel Julião, e a chefe de seção de projetos da Secretaria de Administração, Sônia do Vale Pinho.

O objetivo da reunião foi avaliar a temporada e verificar as conquistas, bem como identificar possíveis ações de melhoria para o desenvolvimento do projeto que tem como principal foco garantir a segurança dos banhistas, sejam moradores, veranistas ou turistas.

Foram oito guarda-vidas contratados pela Prefeitura de Ilhabela e nove pelo Governo do Estado que atuaram diariamente nas praias de Pedras Míudas (Ilha das Cabras), Praia Grande, Curral, Perequê, Saco da Capela e Garapocaia (Pedra do Sino), além das praias das comunidades tradicionais caiçaras da Praia do Bonete e dos Castelhanos.

Durante a temporada, foram 2,1 mil ações de prevenção, seis ocorrências de afogamento, e 32 ocorrências diversas – casos clínicos como ferimentos e insolação, por exemplo, nas 10 praias cobertas. “A ação dos guarda-vidas foi extremamente profissional e a principal conquista do programa foi a parceria firmada com o Salvamar Litoral Norte com o qual a prefeitura já está se empenhando para garantir na próxima temporada. Outro ponto alto foi termos conseguido abranger o atendimento às praias mais distantes, como Bonete e Castelhanos, que contam com as correntes de retorno oferecendo mais riscos”, comentou o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci.

Ainda durante o encontro, o capitão Klein e o soldado Assis receberam certificados de Honra ao Mérito pelo trabalho desenvolvido no município do Programa Guarda Vida 2013. O trabalho dos guarda-vidas não se restringiu apenas ao trabalho de segurança e orientação aos banhistas, mas também no auxílio às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida no projeto “Praia Acessível”, além de ajudar quando havia alguma criança perdida na praia.

4 de abr de 2013

Uma Grande Homenagem no GBMar

Hoje foram homenageados no GBMar dois grande veteranos, que fizeram a História em Bertioga, o Major Bispo e o Sargento Riesco participaram desde o início da expansão do serviço de proteção à banhistas, quando Bertioga ainda era um distrito de Santos. Muitas Histórias de dedicação, heroísmo e amor ao próximo. Agradecemos ao Major Bispo e ao Sargento Riesco pela visita, que muito nos honra. Voltem sempre, pois esta casa é de vocês.


























Parabéns!

3 de abr de 2013

OPERAÇÃO VERANEIO 2012/2013 ENCERRA COM QUEDA DO NÚMERO DE MORTES

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) realizou nesta quarta-feira (03/04) em Florianópolis a solenidade de encerramento da Operação Veraneio 2012/2013 – evento prestigiado pela presença da Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki. Na cerimônia que marca o processo de desmobilização dos postos de guarda-vidas no Litoral Catarinense, foram homenageados guarda-vidas militares e civis que se destacaram no desempenho de suas atividades e contribuíram para a redução do número de mortes por afogamento nesta temporada.


Entre 06 de outubro de 2012 (pré-temporada) e 31 de março de 2013 (pós-temporada), foram registrados 10 óbitos em praias e balneários protegidos pelo serviço de guarda-vidas oferecido pelo CBMSC. O número é inferior ao registrado na temporada anterior, quando 12 pessoas morreram e ainda menor ao registro de 2010/2011, com 17 mortes em praias monitoradas.

COMPARATIVO - MORTES POR AFOGAMENTO - OPERAÇÃO VERANEIO 

2010/2011            2011/2012         2012/201

17                         12                     10 

*Registros em áreas com o serviço de guarda-vidas, no horário entre 8h e 20h.

A redução foi apresentada com entusiasmo pelo Comandante-Geral, Coronel BM Marcos de Oliveira, que creditou-a ao trabalho dedicado de homens e mulheres que trabalharam na operação para garantir a segurança de catarinenses e turistas e aos esforços de governo para fazer desta uma das temporadas com menos mortes da história.

“A solenidade é importante para que evidenciemos o trabalho abnegado destes civis e militares que trabalharam para garantir a vida dos nativos e daqueles que visitaram nosso Estado, destacando ainda a ação do Governo do Estado que destinou investimentos para que a temporada fosse mais segura para todos”, disse o Comandante-Geral aos presentes.

Coronel BM Oliveira defendeu que a queda dos registros de mortes por afogamento nas áreas monitoradas teve relação com a intensificação das atividades de prevenção, com o incremento da sinalização de áreas de risco nas praias e balneários e as abordagens de banhistas em áreas de perigo. Entre outubro de 2012 e março de 2013 mais de 3,5 milhões de prevenções a afogamentos foram realizadas somente no Litoral catarinense, conforme dados divulgados na solenidade.

Em seu pronunciamento, o Secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba – no ato representando o Governador do Estado, Raimundo Colombo, elencou os investimentos e esforços políticos para a distribuição de recursos que permitissem a contratação de guarda-vidas civis e a compra de equipamentos de Salvamento Aquático visando a redução das ocorrências de morte nesta temporada. Ele parabenizou a todos os envolvidos, civis e militares, pelo trabalho realizado nas praias e balneários em todo o Estado, que recebeu cerca de 5 milhões de turistas nesta temporada.
O Secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, José Roberto Martins, presente na solenidade, aproveitou a oportunidade para relembrar com satisfação da participação de sua pasta na destinação de recursos para a Operação Veraneio 2012/2013 por meio do Projeto SalvaTur. “Ficamos felizes em ver recursos do Turismo aplicados no CBMSC, já que o bom serviço prestado pela corporação serve para que nosso Estado continue em destaque nacional e internacional”, ressaltou o Secretário, adiantando que pretende divulgar o trabalho dos guarda-vidas em Santa Catarina para o país e até internacionalmente, visando atrair mais turistas e riquezas para municípios catarinenses. Entusiasmado, José Roberto Martins, também confessou que um fato em particular o fez ter atenção especial com os assuntos relacionados ao Corpo de Bombeiros Militar. Ele teria presenciado o resgate de um pai e seus três filhos por guarda-vidas civis e militares em uma praia no Sul do Estado. Desde então, disse ter cada vez mais convicção na importância da Operação Veraneio da corporação.

Destaques

Pelo desempenho destacado na Operação Veraneio 2012/2013, foram homenageados na cerimônia de encerramento 12 guarda-vidas civis e militares. A entrega dos diplomas foi realizada em conjunto pela Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, o Secretário de Estado de Segurança Púlica e Comandante-geral do CBMSC. Foram agraciados com o documento os seguintes guarda-vidas:

- Cabo BM Pedro Manoel da Rocha Filho (1ºBBM)- Guarda-Vidas Civil Leonardo Antônio Ramos (1ºBBM)
- Sargento BM Airton Gomes (4ºBBM)
- Guarda-Vidas Civil Emerson Pereira Marcelino (4ºBBM)
- Soldado BM Renan Todesco (7ºBBM)
- Guarda-Vidas Civil Valdir Reis da Silva (7ºBBM)
- 2º Sargento BM José Feliciano Alves (8ºBBM)
- Guarda-Vidas Civil Franck Geral (8ºBBM)
- 3º Sargento BM Nazário Osvaldo Sant'Ana (10ºBBM)
- Guarda-Vidas Civil Fernando Zigler (10ºBBM)
- Soldado BM Bruno Alberto Bruch Antônio (13ºBBM)
- Guarda-Vidas Civil Alexandre Laguna (13ºBBM)

Os atos de homenagem foram estendidos também a aqueles que se destacaram na realização de ações que trouxeram reais benefícios para a atividade de Salvamento Aquático do CBMSC. Estes, receberam a Medalha Coronel Carlos Hugo Stockler de Souza, comemorativa do cinquentenário do Serviço de Salvamento Aquático do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina 1962-2012. Na ocasião receberam a comenda as seguintes autoridades:

- Coronel PM RR Edison Carlos Ortiga- Coronel PM Valdemir Cabral
- Tenente-Coronel BM Onir Mocellin
- Tenente-Coronel BM Ricardo Luiz Dutra
- Capitão PM RR Ruy Farias Silva
- Subtenente PM RR Adão Cândido
- Subtenente PM RR Valdemar Pereira Carpes
- 3º Sargento BM Lindomar Dorvalício Martins
- 3º Sargento BM Paulo César Correia
- Cabo BM Rubens Ataíde Aguiar

Entrega de Equipamentos

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) repassou na ocasião ao CBMSC 11 conjuntos de motonáuticas (jet-ski, carreta rodoviária, carreta de encalhe e prancha Sled), adquiridos com recursos descentralizados na ordem de R$ 548.900,00. Os equipamentos, simbolicamente entregues pelo Secretário de Estado da Segurança Pública ao Comandante-Geral na ocasião, serão distribuídos a batalhões Bombeiro Militar espalhados pelo Estado.

Também foi disponibilizada à corporação uma caminhonete 4x4 dotada de equipamento especial para combate a incêndio, adquirida com recursos na ordem de R$ 289 mil provenientes do Fundo Para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL) do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). A viatura foi entregue ao comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Florianópolis, Tenente-Coronel BM Carlos Charlie Campos Maia.

Amigo do Bombeiro

Como forma de homenagear militares, civis ou instituições que em razão dos serviços prestados tenham contribuído para o engrandecimento moral ou material da corporação, o Comandante-Geral aproveitou a oportunidade para conceder o título honorífico “Amigo do Bombeiro” às seguintes autoridades:

- Regina Maria Filomena De Luca Miki, Secretária Nacional de Segurança Pública- José Galvani Alberto, Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do MPSC
- Reginete Panceri, Diretora de Planejamento e Avaliação da SSP

“O ato de recebimento do diploma só materializa algo que já estava em meu coração. Há muito sou amiga do Bombeiro, admiro o trabalho de vocês”, assumiu a Secretária Nacional de Segurança Regina Miki, após receber o diploma de “amiga” da corporação catarinense. Ela ressaltou que, diferente do que a mídia nacional divulga, muito mais importante do que o foco nos registros negativos (óbitos por afogamento), é o trabalho realizado no dia a dia pelos guarda-vidas civis e militares que impediram milhares de mortes com as atividades preventivas.

A solenidade foi encerrada com a lembrança, pela secretária, do trabalho dos Bombeiros Militares catarinenses quando dos ataques à instituições públicas e ônibus no início do ano, quando centenas de incêndios foram combatidos por integrantes da Corporação.

Autoridades presentes

Além das autoridades já citadas, prestigiaram a solenidade na Capital: o Secretário de Estado de Defesa Civil, Milton Hobus; o Secretário-Adjunto de Estado da Segurança Pública, Coronel PM Fernando Rodrigues de Menezes; o Comandante-Geral da Polícia Militar de SC, Coronel PM Nazareno Marcineiro; o Chefe do Estado-Maior Geral do CBMSC, Coronel BM Carlos Augusto Knhis; o Subcomandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Gladimir Murer; o Delegado-Geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D'Àvila; o Subcomandante-Geral da Polícia Militar de SC, Coronel BM Valdemir Cabral; o Chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), Marcelo Barros de Oliveira; a Procuradora de Justiça, Heloisa Crescent Abdala Freire; o presidente da Associação Barriga Verde dos Oficiais PM e BM, Coronel PM Rogério Martins; o Diretor de Ensino do CBMSC, Coronel BM José Mauro da Costa; o Diretor de Tecnologia da Informação do CBMSC, Coronel BM Luiz Haroldo de Matos; além de representantes das Forças Armadas, comandante de Batalhões BM, e demais oficiais e civis, familiares e convidados.

NÚMEROS GERAIS DA OPERAÇÃO VERANEIO 2012/2013 

QUADRO GERAL OCORRÊNCIAS ATENDIDAS 

Prevenção a afogamento (Abordagem de banhistas) 
3.557.284 

Afogamento com recuperação em água doce 
31 

Afogamento com recuperação em água salgada 
156 

Arrastamento em corrente de retorno 
5134 

Encontro de criança perdida na praia 
1374 

Resgate de Embarcação à deriva 
72 

Lesões/cortes 
315 

Lesão produzida por água vida/caravelas 
1847 

Queimadura solar 
33 

Insolação 
84 

Importância do Guarda-vidas

Para fins comparativos, no período compreendido entre 06 de outubro de 2012 e 31 de março de 2013 foram registrados 52 óbitos por afogamento em áreas não-monitoradas* por guarda-vidas em Santa Catarina (*fora do horário do serviço – das 8h às 20h - ou sem o serviço de guarda-vidas). Deste total de óbitos, 34 foram em água doce (17 em rios/riachos, 8 em açudes, 7 em lagos/lagoas e 2 em cachoeiras). O restante, 18, ocorreu em locais de água salgada.

A Operação Veraneio é a maior operação do CBMSC, realizada anualmente durante a temporada em praias e balneários em diferentes regiões do Estado. Nesta edição ela foi dividida em três fases:

1ª Fase (Pré-temporada): de 06 de outubro de 2012 a 30 de novembro de 2012 (56 dias)
2ª Fase (Temporada): de 1º de dezembro de 2012 a 28 de fevereiro de 2013 (90 dias)
3ª Fase (Pós-temporada): de 1º de março de 2013 a 30 de abril de 2013 (61 dias)

Durante a temporada, a Operação Veraneio 2012/2013 alcançou 142 praias e balneários de 32 municípios catarinenses, totalizando mais de 445 quilômetros de extensão de áreas protegidas para banho. Para esta edição foram contratados1.200 (um mil e duzentos) guarda-vidas civis, que atuam sob a coordenação de 300 (trezentos) guarda-vidas militares. Além dos homens e mulheres diretamente relacionados com o trabalho nos balneários, aproximadametne 400 Bombeiros Militares de serviço nas unidades do CBMSC no Litoral trabalharam em reforço às equipes da Operação Veraneio 2012/2013.

Números da Operação Veraneio
(Temporada) 2012/2013 

- 32 Municípios
- 142 Praias e Balneários
- 445 Quilômetros de extensão de áreas protegidas para banho (serviço guarda-vidas)
- 279 locais de salvamento (postos autônomos e atrelados)
- 39 viaturas de rondas
- 18 embarcações
- 25 motonáuticas (jet-ski)
- 11 quadriciclos
- 1 helicóptero (Arcanjo)

Pós-temporada

Apesar da solenidade de “encerramento”, o serviço de guarda-vidas continua a ser oferecido nas praias mais movimentadas do Litoral Catarinense até o final de abril no período denominado “pós-temporada” da Operação Veraneio 2012/2012 – ressaltando-se o fato de que em alguns municípios (Balneário Camboriú, por exemplo) o serviço é oferecido durante todo o ano.
Créditos: CCS do Cmdo-Geral / Soldado BM Felipe Rosa / Sd BM Maria Gabriela / Fotos: Soldado BM Bruno Depizzolatti.